Notícias

“Japão que Inspira” premia dez estudantes de escolas municipais

A comissão selecionadora escolheu as dez melhores redações escritas pelos estudantes Emily Cardoso Barros Zampieri, Rebeca Chaves Casado, Aron Ryouske Tanahashi, Rebeca Francisquini Rocha, Vitor Mandroti Ferraz, Ana Beatriz Segalvinazzi, Maria Vitoria Alarcon de Souza, Darieny Gonçalves, Ana Clara Fonseca e Ana Cristina Ribeiro da Silva. Cada um deles levou para a casa, materiais escolares e um smartphone. 

Os 110 anos de imigração japonesa no Brasil foi tema para a produção de redações na língua japonesa em duas escolas particulares de Londrina: a Escola Modelo, da Alianção Cultural Brasil Japão e a Escola Megumi. Os premiados foram William Mariano, Cecilia D’amico, Hector Molina Kaguimoto, Larissa Maemi Kitamura, Larissa Kaori Yamada e Liane Toge.

Capacitação

Para viabilizar o repasse de informação até as crianças, foi necessário realizar uma capacitação junto aos professores de 83 escolas municipais de Londrina para que recebessem conteúdos teóricos sobre o país, a cultura e os costumes para que eles pudessem trabalhar o tema dentro das salas de aula.

O vereador e voluntário da Expo Japão, Eduardo Tominaga foi o idealizador do projeto juntamente com a professora e também voluntária Luzia Yamashita Deliberador. Eles realizam trabalhos sociais com idosos e crianças dentro da Expo Japão desde 2012 e a ideia para o concurso veio da vontade de incrementar e estender as atividades com as crianças.  “A produção das redações vieram como uma iniciativa  para motivar as crianças a pesquisarem e perguntarem sobre o tema”, explica Eduardo.


Aline Schmidt com orientação da assessoria de imprensa da Expo Japão

Na tarde de sexta-feira (08 de junho), foi realizada a premiação do concurso de redação com o tema ‘Japão que Inspira’, uma iniciativa da comissão organizadora da Expo Japão 2018. O projeto envolveu alunos dos 4º e 5º anos da rede municipal de ensino de Londrina e foram produzidos 4.200 textos.

Nobuhiro Hirata expo japao